Os Melhores de 2012: # 74. Júlia Bosco – Tempo

Durante um considerável período – ou talvez, desde sempre – Julia Bosco tecia, ‘clandestinamente’, o desejo de cantar. Intuitivamente, fazia dessa costura ‘para dentro’ um longo momento de reflexão que hoje a espelha em veste de cantora e compositora. O tempo, “compositor de destinos e tambor de todos os ritmos”, como na oração de Caetano Veloso, um seu eterno referencial, foi agente determinante para que ela chegasse em seu primeiro disco, não por acaso, chamado “Tempo”. A produção independente pilotada por Plínio Profeta e Fabio Santanna – que assina sozinho quatro das 13 faixas e outras nove em parceria com Julia -, foi gravada em 2011 com as luminosas presenças de Marcos Valle e João Bosco e começa a ser distribuída em janeiro de 2012, via Tratore.

“Tempo” é o “ instantâneo” particular de Julia Bosco. Um CD desencanado que absorve cores da MPB, do pop, do soul e de outros balanços sem caber, necessariamente, numa única classificação. “Tempo” não tem ambição de ser completo, definido; ao contrário, é aberto, permeável. Pessoal mas também transferível. Fotografias de seu cotidiano com os filtros vários que a música proporciona à artista desde o violão atávico de seu pai, João Bosco, expoente da moderna música popular brasileira, até o canto profundo de Nina Simone, das divas do jazz e da soul music, da voz soberana de Gal Costa, das performances definitivas de Björk e Amy Winehouse e de sua itinerância pelo samba e pelas músicas pop e latina. Tudo pode ser Julia. (Press Release)

 

 

“Tempo”, de Julia Bosco
Produzido por
Plínio Profeta e Fabio Santanna
Participações especiais:
Marcos Valle e João Bosco

Bateria / percussão: Ronaldo Silva
Contrabaixo: Lancaster Lopes
Teclados: Ge Fonseca
Teclados / violão / guitarra / voz: Fabio Santanna
Cavaco: Plinio Profeta
Metais:
Marlon Sette, Bidu, José Carlos Bigorna, Altair Martins
Cordas:
Iura Ranevsky, Pedro Mibielli, Glauco Fernandes,
Jesuina Passaroto
Vocais: Cecilia Spyer
Arranjos de base: Fabio Santanna
Arranjos de metais: Marlon Sette
Arranjo de cordas: Felipe Pinaud

Todas as faixas de autoria de Julia Bosco e
Fabio Santanna, exceto as indicadas, de Fabio Santanna*.
Desavisados • Curtição • Na oração • Confusão * •
Mesmo princípio • Play a fool * • Tudo sempre Dia santo • Carta para uma amiga • Mutantes * • Tudo bem • Angel • Tempo *

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: