Memória: George Martin

George Henry Martin (Londres, 3 de janeiro de 1926 - Londres, 8 de março de 2016) Mais um que nos deixou. Faleceu ontem  o quinto Beatle, George Martin, aos 90 anos. Quem teriam sido os Beatles sem Martin ? Difícil responder, no entanto, ele não só descobriu o grupo - apesar de, na época, dizer... Continuar Lendo →

Memória: Naná Vasconcelos

Juvenal de Holanda Vasconcelos, mais conhecido como Naná Vasconcelos (Recife, 2 de agosto de 1944 — Recife, 9 de março de 2016) Este ano está difícil. Estamos ainda apenas no início de março e lá se vai outra lenda da música. Faleceu Naná Vasconcelos, um dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos, vítima de... Continuar Lendo →

Homenagem: Como não falar de B.B.King ? – B.B.King em BH

Realmente, embora fosse esperada, a morte de B.B.King nos entristece a todos. Só assisti B.B. King ao vivo uma vez, mas a ocasião foi muito especial. Não bastasse ele já ser uma lenda do Blues, tive a oportunidade de vê-lo tocando com sessenta anos de idade, em pleno auge de sua forma, num show de... Continuar Lendo →

Memória: À eterna rádio Guarani FM de Belo Horizonte

Este comentário foi feito pelo nosso leitor Marcus Vinicius. Tomei a liberdade de publicá-lo, porque acho que todos deveriam lê-lo: "À eterna rádio Guarani FM de Belo Horizonte Hoje é 1º de maio e o feriado está cinza. Estou ouvindo Elis Regina, Chico Buarque, “The Doors” por MP3, e tentando aceitar a realidade. Perdemos muito... Continuar Lendo →

Memória: SEMPRE NO MEU CORAÇÃO – ANÍSIO SILVA

Hoje fui ao Palácio das Artes aqui em BH assistir uma deliciosa peça, escrita e dirigida por Odilon Wagner, e magistralmente interpretada por um time de atores veteranos, capitaneados por Laura Cardoso (87 anos) e Nívea Maria (68 anos). Recomendo, que se tiverem oportunidade, assistam. Mas, como nosso assunto aqui é música, a peça termina... Continuar Lendo →

Memórias: John e sua mãe.

  Em meu último post no Raras Ideias comentei sobre o filme Nowhere Boy , que trata especialmente da relação de John Lennon com sua tia Mimi e sua mãe Júlia. Deu vontade de escutar, neste contexto, duas obras-primas de John: a pungente Mother e a doce Julia. Vamos lá: assista em sequência...

Os Incríveis anos 70 – Capítulo V: Al Green

 As paradas musicais em meados de 1971-1976 eram, musicalmente falando, extremamente diversificadas e havia espaço numa mesma semana, entre os mais vendidos, para o rock (ex. Rolling Stones - Sticky Fingers -1971), para o country (ex. Jim Croce - Operator - 1972), para o pop brega (Dawn - Candida - 1971), para o pop suave,... Continuar Lendo →

Os Incríveis anos 70 IV: Bob Marley

"Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado.Pois tudo aquilo que é realmente nosso, nunca se vai para sempre..." Outro que estaria fazendo aniversário... Continuar Lendo →

Os Incríveis Anos 70 – Capítulo 3 – Taiguara e a censura

(Montevidéu, 9 de outubro de 1945 — São Paulo, 14 de fevereiro de 1996) Hoje eu estava escutando um disco de Taiguara, do final da década de 60: O Vencedor de Festivais (Odeon - LP - 1968) e fui transportado de volta a tempos felizes. Taiguara era um dos cantores prediletos da minha mãe -... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: