Homenagem: Manu Dibango

 

Resultado de imagem para manu dibango

Emmanuel N’Djoké Dibango, conhecido como Manu Dibango (Duala, 12 de dezembro de 1933 – Paris, 24 de março de 2020)

Foi a primeira vez que uma musica africana moderna me chamou a atenção. A música era Soul Makossa e eu tinha 16 anos.  Dibango era  músico e compositor, saxofonista, vibrafonista, camaronês de nascimento e um dos pioneiros do afro- jazz e afrobeat. Uma de suas canções, “New Bell”, figurou na trilha sonora do jogo Grand Theft Auto IV, mais precisamente na rádio IF99. Sua música mais conhecida é o afrobeat “Soul Makossa” de 1972, música incorporada por Michael Jackson em “Wanna be start something” e Rihanna em “Don’t stop the music”. 

Hospitalizado há vários dias, depois de ter sido testado positivo para a Covid-19,  Dibango morreu aos 86 anos na França. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (23) por um dos responsáveis pela sua gravadora e publicada em sua rede social.

Discografia

Soul Makossa (1972) ; O Boso (1973) ; Makossa Man (1974) ; Makossa Music (1975) ; Manu 76 (1976) ; Super Kumba (1976) ; The World of Manu Dibango (1976) ; Ceddo O.S.T (1977) ; A l’Olympia (1978) ; Afrovision (1978) ; Sun Explosion (1978) ; Gone Clear (1980) ; Ambassador (1981) ; Waka Juju (1982) ; Mboa (1982) ; Electric Africa (1985) ; Afrijazzy (1986); Deliverance (1989) ; Happy Feeling (1989) ; Rasta Souvenir (1989) ; Polysonik (1992); Live ’91 (1994) ; Wakafrika (1994) ; African Soul – The Very Best Of (1997) ; CubAfrica (com Eliades Ochoa) (1998)

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: