Crítica: Gil e Caetano – “Dois Amigos, Um Século de Música”- Chevrolet Hall – Belo Horizonte – 26/09/15

Hoje em Dia

 

Cotação *****

Dois ícones da MPB, dois violões, um cenário simples e  bem bolado, e para completar um verdadeiro rosário de sucessos:  “Sampa”, “Esotérico” , “Expresso 2222”, “Toda Menina Baiana”, “Back in Bahia”, “Em Vim da Bahia”, “Filhos de Gandhi”,  “A Luz de Tieta”, “Domingo no Parque”, “O Leãozinho”, “Drão”, “Super Homem”, “Andar com Fé”, todas acompanhadas em coro pela plateia e para completar o cardápio algumas mais introspectivas como “Tonada de Luna Ilena” e “Come Prima”. Ainda houve espaço para composições de outros artistas  como “Avisa lá” , do Oludum, É Luxo Só, de João Gilberto, e “Three Little Birds” de Bob Marley. A lamentar apenas que no momento que Gil, ousadamente, cantou a belíssima e reflexiva “Eu Tenho Medo da Morte”, cantada em tom baixo, acompanhado apenas por batidas secas no corpo de seu violão,  a falta de educação de muitos incomodou, pois era possível se ouvir alguns espectadores ridicularizarem uma obra genial.  Foram duas horas inesquecíveis e olha que certamente ficaram fora do repertório mais de uma centena de sucessos da dupla. Que venham mais cem anos de amizade…

 

Dica: SHOW GILBERTO GIL POLI USP 1973

Lendo a Rolling Stone Brasil de Abril de 2011, deparei-me com uma história interessante:

Em março de 1973, portanto há 38 anos atrás,  o estudante de geologia Alexandre Vannuchi Leme foi torturado e assassinado pelo governo militar que dominava o Brasil. Laí Abramo, que era conhecida de Gilberto Gil convenceu o cantor a fazer um show em protesto contra a morte do estudante. A apresentação foi marcada para 26 de Maio, um sábado à tarde. Gil canta durante mais de duas horas, inicialmente tentando aliviar o clima pesado, com músicas como “Chiclete com Banana”, “Senhor Delegado”, “Eu quero um samba” , mas o público que mais – pede “Cálice” . Gil desconversa, diz que não se lembra bem da letra, mas um  estudante pega um pedaço de papel e escreve a letra e entrega para Gil, que não tem então como não cantá-la. O interessante é que tudo isto está registrado em áudio, inclusive vários trechos de diálogo entre Gil e os estudantes presentes. Claro, que num pais como o Brasil, toda esta raridade permaneceu inédita nos últimos anos. Mas não é que agora é possível achar e ouvir o registro desse show histórico? Esta é nossa dica de hoje.

O  registro está presente em vários locais  na internet; quem sabe você ache o que procura no blog irmão Raras Músicas ? Divirta-se

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: