Álbuns do Mês: Neil Young – ROXY: Tonight’s The Night (Live)

**** Um álbum com uma apresentação ao vivo de Neil Young é por si só um grande lançamento, agora se ele contem uma coleção de 18 faixas gravadas em setembro de 1973, no The Roxy de Los Angeles, não há o que temer. Com a presença da banda Santa Monica Flyers, que acompanhava Young, o... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Chvrches – Love Is Dead

** e 3/4 E a banda pop escocesa, queridinha da internet e da crítica chega ao seu terceiro álbum de estúdio. O clima é uma mistura de música New Wave, Synthpop e Eletrônica agradável, mas enjoativo. A música remete a década de 1980  quando The Bangles comandavam a parada.  Destaques para os singles Get Out,... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Getúlio Cortes: As Histórias de Getúlio Cortes

  *** Conseguir lançar seu primeiro álbum com 80 anos já é um fato extraordinário, mais ainda quando descobre-se tratar de um importante compositor de sucessos nos anos 1960. Sim Getúlio foi um compositor gravado por nomes tão consagrados como Roberto Carlos e fez grande sucesso. Na Jovem Guarda, outros cantores emplacaram nas paradas com... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Artic Monkeys: Tranquility Base Hotel & Casino

*** Um álbum diferente dos Artic Monkeys, menos guitarras e mais sintetizadores e teclados. E o resultado foi muito bom. Um disco extremamente agradável da primeira à última faixa. O clima é às vezes meio sombrio como em American Sports, às vezes evocando David Bowie como Four out Five, ou relaxantes como Star Treatment ou... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: João Cavalcanti e Marcelo Caldi: Garimpo

*** e1/2 João Cavalcanti, do grupo Casuarina, filho de Lenine se une ao sanfonista Marcelo Caldi, que também também o co-produz, para lançar este belo álbum. É um trabalho bastante poético, praticamente todo feito com voz e piano e algumas intervenções da sanfona de Caldi.O resultado é muito bonito, as participações especiais preciosas.  O disco... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Johnny Marr – Call the Comet

*** 1/2 O quarto trabalho solo do guitarrista do The Smiths é talvez seu melhor álbum. Despretensioso, Marr nos brinda com 12 faixas que muitas vezes ecoam aos anos 1980, mas também trazem uma postura bastante contemporânea. Impossível não se lembrar dos Smiths em faixas como The Tracers, Hi Hello ou My Eternal, mas Johnny... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Titãs – Doze Flores Amarelas

* 1/2 Arriscar-se a compor uma ópera-rock em pleno século XXI já é uma tarefa delicada, lançá-la em disco, sem o acompanhamento de um plano visual, torna-se uma tarefa inglória. Os Titãs ousaram, e o resultado foi muito ruim. A história das história de três estudantes, as Marias A, B e C, que fazem uso... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Anna Ratto – Tantas

**** O Brasil é realmente o país das cantoras. Depois de seu álbum autoral de 2012, Anna opta por gravar essencialmente como cantora, interpretando composições alheias. O resultado é muito bom. Ela vai de um frevo  gostoso ("Desbunde") até composições mais melodiosas como a bela Ana Luisa e a mais roqueira Inemurchável. Gostei bastante da... Continuar Lendo →

Álbuns do Mês: Wado – Precariado

  **3/4 Wado tem uma carreira sólida e independente. Pouco conhecido do público em geral sempre primou pela qualidade em seus discos. Com Precariado não é diferente, um álbum caprichado, com canções delicadas, arranjos bem elaborados e uma impressão geral de bastante agradável. O problema, se que é que há, é o o da atual... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: