Crítica: Orquestra Sinfônica de Minas Gerais convida MÔNICA SALMASO – Palácio das Artes – Belo Horizonte – 31/07/2015

Cotação ****1/2

O projeto da  Sinfônica Pop da Fundação Clóvis Salgado, recebe periodicamente cantores convidados que se apresentam com sua orquestra. Desta vez a convidada foi a cantora paulista Mônica Salmaso, estando a regência da orquestra e arranjos entregues ao  renomado maestro Nelson Ayres. O programa teve o início com as peças instrumentais de Heitor Villa-Lobos As Três Cirandas: Nesta Rua, A Condessa e Passa, Passa, Gavião; além de Melodia Sentimental, muito bem apresentadas pela Orquestra, em arranjos especiais de Nelson Ayres. A seguir foi apresentada a cantora que esbanjou simpatia e competência em temas populares, com destaque para Ciranda da Bailarina, de Edu Lobo e Chico Buarque; Anos Dourados, de Tom Jobim e Chico Buarque; Camisa Amarela, de Ary Barroso; Tim-Tim por Tim-Tim, de Haroldo Barbosa e Geraldo Jaques. Uma bela noite para os amantes da música popular brasileira, que mais uma vez mostrou poder ser ao mesmo tempo popular e sofisticada.

Deixe um comentário

Arquivado em Mônica Salmaso, mpb, Nelson Ayres, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s