“Gypsy Woman”, com Curtis Mayfield

O genial Curtis Lee Mayfield escreveu “Gypsy Woman” aos 14 anos de idade, em 1957, inspirado por uma cigana que dançava ao redor de uma fogueira. Porém, ela só foi lançada em 1963, no álbum “The Impressions”, que também foi o lançamento dessa banda, liderada por Mayfield.

Este vídeo é de um show em 1990:

Pouco tempo após essa gravação, em 14 de agosto de 1990, Curtis Mayfield sofreu um sério acidente durante um show ao ar livre no Brooklyn, NY, e uma das torres de iluminação caius sobre ele, deixando-o paralisado da cintura para baixo. Sua vida sofreu um sério revés, mas após algumas pequenas melhoras, voltou a cantar e a gravar, ficando deitado em uma maca. Desta maneira, lançou um último álbum em 1996 (“New World Order”).

Em 1994, Curtis Mayfield recebeu o “Grammy Legend Award” por sua obra musical, em um evento que contou com a participação de grandes estrelas como B.B. King, Bruce Springsteen, Bonnie Raitt, Vernon Reid, Steve Winwood, Narada Michael Walden, Don Was, Tony! Toni! Tone! e muitos outros. No final da cerimônia, ele aparece em uma cadeira de rodas para agradecer. Emocionante!

Curtis Mayfield faleceu aos 57 anos de idade, em 26 de dezembro de 1999, vitimado por complicações da diabetes e do trágico acidente.

Permanecerá como uma das grandes personalidades da música R&B!

A música “Gypsy Woman” tem ótimas versões com diversos artistas, incluindo até Jimi Hendrix, mas são especialmente boas as versões com Ry Cooder e outra com Carlos Santana.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: