As Lojas de Disco de BH: – Capítulo IV: Trem Azul

Nos três posts anteriores falamos de lojas que nos marcaram no passado (Pop Rock, Bob Tostes e Hi-Fi), agora vamos prestar nossa homenagem a alguns heróis da resistência.A Trem Azul é uma tradicional loja de discos novos e usados localizada no centro de BH e que já tem uma história de quase 20 anos, no mesmo local. Conheço Malaguti desde os tempos em que jogávamos uma pelada, todas as quartas-feiras juntos. O resultado era sempre, pouco futebol e muito papo sobre músicas. A Trem Azul é o local para quem gosta de achar discos raros, underground, fora de catálogo ou até que nunca entraram em catálogo. O conceito de uma loja tradicional não se aplica, uma vez que não há uma organização formal dos CDs, (novos ou usados), LPs , Caixas de coleções e até publicações como catálogos especiais.  O local  parece uma grande coleção de discos e só o seu dono, o carismático Malaguti, que é o único dono/funcionário do local poderá localizar o que lhe interessar e ainda  contar como adquiriu cada disco (muitos deles entregues nas lojas pelos próprios artistas) e passar informações precisas de cada um.

O grande charme é este a total falta de organização e classificação dos títulos – para achar alguma coisa, só por acaso ou se você perguntar ao Malaguti por um título específico, ai ele saberá exatamente aonde está. Aliás, até a placa com o nome da loja é difícil de achar. Vale a pena também vasculhar a coleção sozinho, e o Malaguti respeitará a sua privacidade, mas ai tenha paciência e curta as surpresas que você vai encontrar. Por isto é melhor ir lá quando tiver tempo de sobra.  Ir à  Trem Azul é uma grande pedida e ela é certamente um dos templos esquecidos, no tempo e no espaço,  reservado para os grandes amantes do ato de comprar discos aqui em BH. Obrigado Malaguti, um verdadeiro heróis da resistência.

PS: Na última vez que estive na loja, ontem, depois de remexer um pouco em alguns velhos discos de blues, deparei com um que eu não conhecia – o Malaguti interveio logo:  “Esta moça é de Boston e gravou este CD aqui em Minas, unindo as suas lembranças do Rio Mississipi e do Rio São Francisco, pode lever que você vai gostar “(já escutei – é ótimo). E como é que você foi achar este disco, Malaguti?”, perguntei. “Foi ela que passou aqui e deixou alguns para eu vender…”. Pois é assim a Trem Azul

Endereço Av Álvares Cabral, 373, Centro – Belo Horizonte

Deixe um comentário

Arquivado em Lojas de Disco, Trem Azul

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s