Melhores de 2013: # 22. Iara Rennó :IARA

I A R A *

Iara não é nova na MPB. Ela era integrante do grupo paulistano Dona Zica , com  o qual lançou dois álbuns  , Composição (2003) e Filme Brasileiro (2005). Depois, em  2008,  idealizou e produziu o ambicioso projeto Macunaíma Ópera Tupi, disco-conceito inspirado na obra-prima de Mário de Andrade, e mais  recentemente, em 2012, em parceria com Cibelle, Rubinho Jacobina e a banda Do Amor, lançou o álbum A.B.R.A pré-ca – Amigos Bandidos Residentes no Amor Pré & Carnaval, uma divertida coleção de marchinhas autorais compostas para o carnaval daquele ano. Mas este é o primeiro disco de Iara como Iara. A banda tem  Ricardo Dias Gomes substituindo o habitual baixo por um pocket piano (um tipo de mini-sintetizador eletrônico que mais parece um brinquedo), além da própria Iara na guitarra e Leo Monteiro na bateria, percussão eletrônica e ruídos. A produção é de  Moreno Veloso. O disco é transgressor – samba, rock, vanguarda paulistana – o som é cru, as letras instigantes. Iara não é apenas mais uma cantora num país de cantoras, é um novo estilo de cantora e isso é bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: