Quando falamos que Minas é um dos grandes centros de produção de música brasileira, não estamos só falando de Clube da Esquina, Skank ou Pato Fu. Minas Gerais, até hoje, é um dos estados que mais valoriza a música nacional, especialmente no circuito alternativo. Por este motivo estamos sempre escutando coisas novas, conhecendo novidades e se inspirando na nossa própria cultura.

Conhecemos recentemente um grupo chamado Zéducaco. Originários de Nepomuceno, interior de Minas Gerais, a banda vem mostrando um ritmo que nunca ouvimos falar antes: o tal do Rock Rural. Mas o que é isto? “Nas letras das músicas falamos sobre folia de reis e usamos elementos do maracatu para criar nossos ritmos“, diz Dhionatan Victor Militani, o guitarrista da banda.

zéducacoA banda e o homenageado, ao centro

Pois bem, o Zéducaco é formado por Wesley Militani, Dhionatan Militani, Thiago Militani e Sânio Campomori, que compartilham, além do mesmo sobrenome, a vontade de valorizar a cultura regional através do Rock. Com isto, junto com a guitarra, violão, bateria e contrabaixo, podemos escutar também um pouco de viola caipira e variados instrumentos do Maracatu, ritmo original do estado de Pernambuco. Mas de onde vem esse nome? “Queriamos homenagear nosso tio Zé e nosso avô Caco. Nosso avô fez parte da Folia de Reis em Nepomuceno, no sul de Minas Gerais, e quando faleceu, em 2001, nosso tio deu continuidade a tradição“, afirma o guitarrista. Folia de Reis, para quem não sabe, é uma festa muito comum em cidades interioranas de Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo, que celebra, através de grupos musicais típicos, a data da chegada dos Reis Magos ao local onde nasceu Jesus Cristo.

Com muito respeito e influência da cultura local, a Zéducaco vem trilhando seu caminho pelo ramo independente, carregando consigo a marca do Rock Rural. Suas letras discutem regionalidades e até situações atuais, como na interessante música “Blues do Imposto“.  Mas como qualquer banda sem o apoio de grandes empresários ou gravadoras, a gravação de seu primeiro álbum será também feita de maneira independente. Ainda faltam três músicas para gravar o álbum completo: “É muito caro fazer tudo de uma vez“, afirma Militani, “Mas queremos finalizar assim mesmo, independente“.

Para quem quer conhecer o trabalho dos meninos, vale escutar alguns singles lançados na internet através do link da banda Zéducaco. Recomendo escutar “Filosofia de Buteco“, “Em Outros Braços” e “Dia de Reis” (que mostra direitinho o que é esse tal de Rock Rural). E assim que o álbum sair a gente divulga por aqui!