Os Melhores de 2013: # 25. Julia Holter : Loud City Song

https://i2.wp.com/upload.wikimedia.org/wikipedia/en/8/81/Loud_City_Song.jpg

Julia Holter repete o feito do ano passado, quando o seu álbum Ekstasis, foi o número 45 de nossa lista. Loud City Song, seu terceiro álbum de estúdio é ainda melhor que o anterior. A voz de Holter é o fio condutor do disco: suave, clara e perfeitamente articulada, e embora em certos aspectos  suas faixas tragam à mente outros artistas, o resultado final é lindamente original. Há algo de Kate Bush na forma como Holter se envolve com suas letras e, mais que simplesmente cantá-las, interpreta-as. E também não seria inadequado compará-la à Björk, pela forma como ela experimenta com a própria voz, cantando de várias maneiras estranhas e harmonizando consigo mesma. Mas para se chegar a esse álbum partindo dessas duas cantoras, seria necessário acrescentar um pouco da sonoridade do jazz, um pouco de música erudita do século XX e uma pitada de surrealismo nas letras e nos arranjos. Loud City Song é a impressionante conquista de uma compositora que, partindo de experimentações radicais, atingiu uma sonoridade fascinante, convidativa e só sua. (Move That at a Jukebox)

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s