Os Melhores de 2012: #16. Jair Naves – E você se sente numa cela escura, planejando a sua fuga, cavando o chão com as próprias unhas

Ícone da cena independente paulistana, Jair Naves lançou nesta semana um dos melhores discos do ano. Com o quilométrico título “E você se sente numa cela escura, planejando a sua fuga, cavando o chão com as próprias unhas”, o álbum amplia as fronteiras do pós-punk para exaltar a vida ao som de violões, piano e acordeon, falando sobre preconceito, solidão, morte e angústia em versos como “O desespero me invade / um choro em meu rosto arde / mas eu não posso me deixar abater”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: