TOP TOP Bateristas – Adendo by Natália Mazoni

Pessoal, temos um adendo! By Natália Mazoni do Aqui em Casa Toca. Muito bem pontuado!

“Vi a listinha que a Marina fez sobre músicas para bateristas e concordei com todas! Mas, viciada em música (e listinhas) que sou, não poderia deixar de dar o meu pitaco e citar como Bonus Track apenas a música mais cabulosa no quesito bateria, na minha opinião.

Acredito que Tom Sawyer, do Rush (sim, aquela da abertura do MacGyver – Profissão Perigo) é o sonho secreto de todo fã de rock progressivo do planeta.

Vai dizer que você nunca quis ter oito braços pra conseguir a façanha dos solos de batera do Neil Peart? Vai falar que nunca fez air drums no meio do banho ou do engarrafamento? Confesso ter perdido as contas de quantos olhares desconfiados eu já recebi ao me empolgar demais na bateria imaginária no meio trânsito.

Sem mais lenga-lenga… eis o Bonus Track!”

Versão Original

 

Versão Profissão Perigo

TOP TOP Músicas para Bateristas

batera

Bom, cá estou eu de volta, no TOP TOP, aproveitando as minhas férias para colocar tudo em dia. Mas poxa, esse tal desse TOP TOP tá ficando complicado demais. Fui desafiada a escrever um TOP TOP música para bateristas. Mas música pra bateristas? Nem de bateria eu entendo! Fazer o que né? Estamos ai!

Perdoem-me os bateristas de plantão, mas se eu tocasse esse instrumento estas seriam as músicas que escolheria como mais prazerosas pra tocar:

5 – No One Knows – Queens of Stone Age

Acho que comecei bem. Eu gosto do tipo de rock que o Queens of Stone Age toca. Gosto mesmo. Mas a melhor fase deles foi quando eles trouxeram o Dave Groll pra tocar a bateria. E pra mim essa música, a virada que ela dá na hora do “refrão” (porque não sei se aquilo é um refrão ou não) deve ser gostoso demais de tocar.

 

4 – Chop Suey – System of a Down

System of a Down é das poucas bandas de rock barulhento que eu curto. E só escolhi Chop Suey, não pelo sedutor “riff” de bateria no começo da música,  mas porque foi essa música que me fez prestar mais atenção nessa barulhenta banda. E olha, me arrependo de não ter ido ver eles tocar em SP, ou no Rock in Rio.

 

3 – My Generation  – The Who

Vocês repararam que estou indo nas escolhas seguras né? Seguras mas não menos importantes. Alguém aqui vai questionar a capacidade de Keith Moon? Acho que não. Não digo que ele era um baterista sensacional, mas acho que fazia parte da alma do The Who. E My Generation é gostosa de cantar, de dançar e de tocar.

 

2 – Sunshine of Your Love – Cream

Eu e as escolhas seguras. Essa música estaria facilmente no meu TOP TOP de músicas para guitarristas (pode ser que esteja), mas então porque no de bateria? Fechem os olhos e pensem no ritmo estabelecido nessa música. Bem marcado. Destaca, nem demais, nem de menos. Era injusto deixar o Cream de fora desta lista. Mais injusto ainda deixar Sunshine of Your Love de fora.

 

1 – Moby Dick – Led Zeppellin

Vai. Pensa em bateria. Quem vem a cabeça? Eu não consigo pensar além de John Bonham. Pra mim é inegável que é um dos maiores (se não o maior – já instalando a polêmica) bateristas de todos os tempos. Moby Dick é a música que todo baterista deve tocar, mas nunca igual a Bonham. Solos de bateria não costumam ser tão legais, mas é impossível não se impressionar com os longos minutos de solo de John Bonham. E ainda me junta a guitarra de Page. Não preciso de mais nada. E declaro encerrado este TOP TOP aqui (e estou aberta às críticas!).

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: