Os 50 Solos de Guitarra Mais Influentes do Rock – Parte IX

#30 – Randy Rhoads- Crazy Train  (1980)

Porque é importante: Depois de Van Halen, não seria nada fácil para um roqueiro de Los Angeles deixar a sua marca, mas Randy Rhoads conseguiu, e em grande estilo. Em sua estreia com Ozzy. Rhoads pegou o que ele havia absorvido de Mick Ronson, Gary Moore e Bach e sintetizou tudo isto numa obra prima do metal. Ele não foi o primeiro a misturar música erudita e rock, mas foi quem abriu as portas para guitarristas como Zakk Wylde e Tom Morello. (Guitar Player)

Randy Rhoads /Jackson Flying V/Gibson Les Paul 1974 Creme de Randy Rhoads

#31 – Stevie Ray Vaughan – Pride and Joy  (1983)

Porque é importante: A segunda faixa de Texas Flood, álbum de estreia de Stevie ray Vaughan, intitulada Pride and Jiy, estourou nas ondas de rádio, graças a sua ótima melodia, letra cativante e um solo arrebatador, no qual Vaughan manda ver em uma serie de licks matadores, apoiados pelo timbre grandioso de seu equipamento Fender/Dumble. A habilidade de Stevie ray em compor e seu estilo, muito influenciado por Hendrix e Albert King foram essenciais para transformar o que era fundamentalmente um shuffle clássico em uma faixa [unica e magistral, que todo roqueiro tradicional deve conhecer. Quem achava que tcava com paixão e energia, teve que rever seus conceitos, pois Stevie Vaughan deu uma aula do tamanho do estado do Texas. (Guitar-Player)

Stevie e a Fender SRV

#32 – Yngwie Malmsteen – Black star (1984)

Porque é importante: Mike Varney já tinha a fama de descobridor de grandes guitarristas quando, em 1983, escreveu sobre um garoto sueco, com o nome engraçado. Muitos ouviram Malmsteen pela primeira vez nesta obra prima da guitarra virtuose. Com velocidade estonteante, arpejos clássicos deslumbrantes, vibratos grandiosos e maravilhoso timbre de Stratocaster com Marshall, Yngwie imprimiu uma nova técnica à guitarra rock. Malmsteen virou o jogo para sempre com este solo. Basta perguntar a Paul Gilbert, Jason Becker ou qualquer outro músico que já tenha feito um sweep em um arpejo, desde então. (Guitar Player)

Yngwie Malmsteen e suas Fender Stratocaster

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: